sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Primeira rodada da NFL


Por Gustavo Barretto

O Arquibancada Digital abre um espaço semanal para análise das rodadas do campeonato da NFL. Toda quinta-feira (apesar do atraso da primeira publicação), deixarei aqui minhas impressões sobre os jogos, começando agora com a primeira rodada, encerrada na madrugada de segunda para terça passada.

New York Giants 16 x 7 Washington Redskins
A inoperância do ataque do Redskins foi o que marcou a estréia da NFL neste ano. Como havia demonstrado na pré-temporada, QB Jason Campbell está longe de se adaptar ao novo sistema West Coast, implementado pelo novo treinador Jim Zorn. Completou apenas 15 dos 27 passes, mas não só por culpa dele. Mesmo com 1 TD, Santana Moss e seu companheiro Antwaan Randle El demonstraram nesta partida o que os críticos previam. Menos físicos e mais velozes, o biotipo deles é justamente o oposto que a West Coast precisa. Como a defesa do Giants já previa isso, entrou focada em parar o jogo corrido e limitou Clinto Portis a apenas 84 jardas.

Do outro lado, o ataque se limitou ao primeiro drive da partida aonde marcou seu único TD e mais nada. A defesa do Redskins fez o papel dela, o que já era esperado, mas não contou com a ajuda do inoperante ataque para surpreender o campeão na estréia.

Ouvi muito que a defesa do Giants ganhou a partida, mas não foi bem assim. Os dois ataques produziram a mesma quantidade de jardas, 305 para o Redskins e 305.2 para o NYG. O que fez a diferença então ? Foram os especiais. O melhor jogador da partida, o veterano Punter Jeff Feagles, aos 42 anos, continua sendo melhor da NFL. Quatro Punts, 3 dentro das 20 jardas, deixando o Redskins em péssima posição de campo para iniciar os drives. Para ter uma idéia da importância disso, o TD do Redskins começou com um retorno de 50 jardas do RB Rock Cartwright, que colocou o Redskins para iniciar o campo.

Na próxima rodada o Giants vai a Saint Louis e não deve ter problemas por lá enfrentando uma das piores defesas da liga. O Redskins recebe o New Orleans numa partida fundamental para suas pretensões na temporada. A defesa terá que mostrar seu valor contra um dos melhores ataque da liga e o ataque terá que produzir contra uma defesa bem limitada.

Jogador da Partida: P Jeff Feagles (New York Giants)

Atlanta Falcons 34 x 21 Detroit Lions
Calouro QB Matt Ryan não poderia ter estreado melhor. Primeiro passe, primeiro TD como profissional. Depois foi a vez dos RBs. Michael Turner correu 220 jardas - recorde da equipe - e marcou 2 TDs. Jerius Norwood produziu mais 93 jardas e outro TD. Não tenho o que falar da defesa do Lions, pois ela não apareceu pra jogar.

Do outro lado, como se esperava, muitos passes de Jon Kitna, 262 jardas, 2 TDs e a dificuldade da defesa do Falcons em pará-lo. Mas só passar não dá, as ridículas 62 jardas corridas (48 de Kevin Smith e 14 de Rudi Johnson) foram o diferencial, numa tarde bastante ofensiva.

O Atlanta visita o Tampa Bay na próxima rodada e, contra uma defesa muito mais consistente, Matt Ryan e Michael Turner terão um verdadeiro teste pela frente. Já o Detroit recebe o Green Bay e vai ter que mostrar algo que não mostrou nessa partida.

Jogador da Partida: RB Michael Turner (Atlanta Falcons)

Baltimore Ravens 17 x 10 Cincinatti Bengals
As duas equipes mostraram quase tudo que se espera delas. O Baltimore Ravens aposta na sua defesa e ela não decepcionou na estréia. Cedeu apenas 154 jardas, melhor marca da primeira rodada. Destaque para OLB Jarrett Johnson com 5 Tackles e 1 Sack. No ataque, surpeendeu o calouro QB Joe Flacco, sem ser brilhante, fez o feijão-com-arroz e ainda marcou um espetacular TD correndo 38 jardas. Outro destaque foi o FB Le Ron McClain que correu 86 jardas, exatamente 68 jardas a mais do que correu na temporada passada toda.

Do outro lado, a defesa do Bengals fez o que se espera dela. Absolutamente nada. Afinal, que defesa leva 86 jardas de um FB, leva um TD de QB correndo 38 jardas e outro através de um reverse de 42 jardas? A decepção maior ficou por conta do jogo aéreo do Bengals. Carlson Palmer lançou apenas 99 jardas. Sabendo da inexistência do jogo corrido do Bengals, as defesas estarão atentas aos passes. A temporada promete ser longa para o Bengals...

O Baltimore vai a Houston e terá que ganhar se pretende ir longe nesta temporada. O Cincinatti recebe o Tennessee e, com a fragilidade da defesa do Tenesse pelo alto, terá grande chance de se recuperar.

Jogador da Partida: OLB Jarrett Johnson (Baltimore Ravens)

Buffallo Bills 34 x 10 Seattle Seahawks
O Buffalo Bills mostrou consistência em seu primeiro jogo da temporada. QB Trent Edwards lançou 215 jardas e 1 TD, RB Marshawn Lynch não foi brilhante, com apenas 76 jardas, mas marcou outro TD e os especiais, como esperado, deram show. Retornador de Punt Roscoe Parish retornou 63 jardas para TD e, numa jogada de Fake FG, Punter e Holder, Brian Morman lançou para o TD do DE Ryan Denney. A defesa, ponto forte do time, deu show: 5 sacks, 1 INT e 1 FF.

Numa tarde para o Seahawks esquecer, a equipe que sofre com várias contusões teve mais uma, WR Nate Burleson, que marcou o único TD do Seahawks, rompeu os ligamentos do joelho e está fora da temporada. Com WRs Bobby Engram e Deion Brach também contundidos, não sobrou recebedor para os bons passes do QB Matt Hasselback, que compleou apenas 17 dos 41 passes tentados na tarde de domingo. A equipe precisará correr, mas as 85 jardas de domingo não dão esperanças aos torcedores do Seahawks. O fraco desempenho da linha defensiva, apenas 1 sack, decepcionou e preocupa, pois a defesa se baseia na capacidade dela de produzir pressões e sacks. Um título de divisão fácil na pior da NFL era esperado, mas as contusões estão transformando o Seahawks num time tão ruim quanto os rivais de divisão.

O Buffallo vai a Jacksonville e terá um adversário duro, mas não será surpresa se vencer. Especialmente se sua defesa e os especiais repetirem a atuação. O Seattle recebe o 49ers e se conseguir não vencer, prova de vez que as contusões acabaram com o time.

Jogador da Partida: PR Roscoe Parish

Miami Dolphins 14 x 20 New York Jets
Brett Favre estreiou com o pé direito. Os 15 passes completos em 22 tentativas, gerando 194 jardas e 2 TDs, deram a quinta vitória consecutiva do Jets sobre o Dolphins. O segundo TD foi espetacular. Favre evitou o sack do DE Randy Starks e, sendo jantado por defensores, achou Chansy Stuckey num passe sensacional. RB Thomas Jones produziu 101 jardas e 1 TD. A defesa do Jets demonstrou que ainda precisa de mais consistência e entrosamento. Sofreu com um dos ataques mais fracos da liga e desse jeito terá problemas com ataques mais poderosos.

Do outro lado, ex-Jets Chad Pennington também jogou muito bem (26/43 passes pra 251 jardas, 2 TD), porém a interceptação no drive acabou dando a vitória pro Jets. Como de esperar a defesa do Miami sofreu tanto com a corrida quanto com o passe, mas como positivo ficam os 3 sacks sobre Favre.

O Miami vai a Arizona e deve sofrer com o ataque aéreo do rival. Terá que se superar para não sair com uma derrota. O Jets recebe o Patriots. Partida que antes da contusão de Brady era dada como perdida por muitos, passou a ser fundamental para as pretensões de titulo da divisão.

Jogador da Partida: QB Brett Favre

New England Patriots 17 x 10 Kansas City Chiefs
A partida ficou em segundo plano após a contusão de Tom Brady (foto acima). O MVP em 2007 ficará de fora pelo menos da temporada regular, deixando apreensivos os torcedores do Patriots. O desconhecido QB Matt Cassel entrou em seu lugar e jogou muito bem, com 13 de 18 passes completos, 152 jardas e 1 TD para o espetacular WR Randy Moss, que abriu caminho pra vigésima vitóra seguida do Patriots em temporada regular. Se Cassel repetir a atuação domingo, o Patriots pode até manter o título da divisão, mas precisará de algo mais para chegar ao Super Bowl. Para alívio do torcedor, o jogo corrido deixado em segundo plano funcionou. Laurence Maroney e Sammy Morris dividiram o trabalho e as 51 jardas do primeiro mais as 53 do segundo e 1 TD totalizaram 104 jardas e 1 TD. Bons números. A defesa por sua vez não foi bem. Permitiu mais de 180 jardas de passe e mais de 100 corridas deixando como positivo apenas os 4 sacks.

Pelo lado do Chiefs, a defesa foi incapaz de parar um ataque desfalcado de sua maior estrela, mostrando que a temporada deve ser longa. No ataque, QB Brodie Croyle também saiu contundido. O reserva Damon Huard entrou bem: jogando apenas um quarto e meio, lançou 118 jardas e 1 TD, mostrando que quer seu lugar de volta.

O New England enfrenta o Jets e será a oportunidade de Cassel mostrar que há vida sem Tom Brady, especialmente pelo fraco desempenho da defesa adversária nessa rodada. Já o Chiefs recebe o Raiders, que teve atuação desastrosa na primeira rodada. Com QB Damon Haurd de volta à equipe, são favoritos.

Jogador da Partida: QB Matt Cassell

New Orleans Saints 24 x 20 Tampa Bay Buccaneers
Foi um espetáculo o ataque do Saints. QB Drew Brees teve atuação espetacular, lançando para 343 jardas e 3 TDs, mas cedeu uma interceptação que gerou o TD do CB Philip Buchanon. RB Reggie Bush foi melhor recebendo passes do que correndo, com 51 jardas corridas em 14 tentativas e 112 jardas em 8 recepções, uma delas para TD. TE Jeremy Shockey estreou bem, com 6 passes completos para 54 jardas. Estes números impressionam mais, pois enfrentaram uma das melhores defesas da liga, que se mostrou incapaz de parar o versátil ataque do Saints. Conseguindo apenas 1 sack, a equipe permitiu que Drew Brees tivesse o tempo que precisava para fazer seu estrago. Destaque individual para o LB Barrett Ruud, com 10 tackles.

O ataque do Buccaneers fez o que se espera deles, o problema foi a defesa, que levou os pontos que não costuma levar. QB Jeff Garcia lançou para 221 jardas e 1 TD, mas foi interceptado uma vez. RBs Earnest Graham e Warrick Dunn produziram juntos 145 jardas. Belos números para o jogo corrido. Os especias de chute do Buccaneers merecem um destaque a parte. Punter Josh Bidwell fez 8 punts, 4 deles dentro das 20 jardas adversárias, com média superior a 40 jardas e apenas 1 retorno de 10 jardas. Já nos Kickoffs, os 5 executados pelo Buccaneers, um Touchback e nos outros 4 a média de retorno foi de apenas 16 jardas. O ponto negativo foi a contusão do melhor WR do Saints, Marques Colston, que deverá ficar afastado de 4 a 6 semanas.

O New Orleans vai a Washington e terá novamente uma defesa dura. Uma atuação sólida novamente no ataque mostrará que 2007 realmente ficou pra trás O Tampa Bay recebe o Atlanta. Jeff Garcia é o nome do jogo contra uma péssima defesa aérea. A defesa terá a oportunidade de mostar a Matt Ryan o que é uma defesa da NFL.

Jogador da Partida QB Drew Brees

Philadelphia Eagles 38 x 3 Saint Loius Rams
Eu disse nas minhas previsões de que o Rams queria roubar o lugar de pior defesa em termos de pontos sofridos do Detroit Lions e largou na frente: 38 x 24. QB Donovan McNabb lançou pra 363 jardas e 3 TDs e, com o jogo definido, o seu reserva Kevin Kolb entrou e ainda teve tempo de lançar 6 passes, completando 5 para 56 jardas. Três WRs tiveram mais de 100 jardas recebidas, calouro DeSean Jackson, Greg Lewis e Hank Baskett. A última vez que isso aconteceu no Eagles foi em 18 de dezembro de 1960. No chão Brian Westbrook correu para 91 jardas e 1 TD e o desconhecido RB Tony Hunt correu para outro, mostrando que a defesa do Rams era vazada do jeito que o Eagles estivesse com vontade.

O ataque do Rams, esperança de algumas vitórias neste ano, mostrou estar tão inspirado quanto a defesa. QB Marck Bulger completou 14 dos 26 passes para 158 jardas, mas sofreu 4 sacks, perdendo 28 jardas neles. RB Stephen Jackson, maior talento da equipe, correu ridículas 40 jardas.

O Philadelphia vai a Dallas no jogo da rodada. Monday Night imperdível. A partida pode valer no final da temporada o título da Divisão. O Rams recebe o Giants e a torcida já começou a rezar.

Jogador da Partida: QB Donovan McNabb

Pittsburgh Steelers 38 x 14 Houston Texans
Depois de uma temporada decepcionante em 2007, o Steelers inciou a temporada a todo vapor. RB Willie Parker em bela tarde marcou 3 TDS e correu 138 jardas. No jogo aéreo a dupla QB Big Ben e WR Hines Ward está de volta, depois de uma temporada de contusões, ora de um, ora de outro. Treze de 14 passes pro primeiro, 137 jardas e 2TDs. O segundo recebeu 6 passes para 76 jardas e 2 TDs. A defesa foi dominante e produziu 5 sacks, 2 interceptações e 1 Fumble Forçado. Resta saber se o ataque e a defesa farão o mesmo com um adversário de maior força.

Pelo lado do Houston, mais uma vez o jogo corrido se mostrou inoperante e restou à equipe passar. QB Matt Schaub lançou 202 jardas e 1 TD e correu para outro TD, mas a previsibilidade de uma equipe que só passa gerou 2 interceptações. WR Andre Johnson mostrou solidez, com 10 recepções para 112 jardas. A defesa foi péssima, com destaque apenas para Mario Williams com 2 sacks e 1 Fumble Forçado.

O Pittsburgh vai a Cleveland e sua defesa terá um bom teste. Já o ataque tem condições de produzir bons resultados O Houston recebe o Baltimore. O Bengals, time que só passa e tem uma péssima defesa, perdeu para o Ravens na primeira rodada. Como o Houston se sairá?

Tennessee Titans 17 x 10 Jacksonville Jaguars
Com sua linha de ataque bastante desfalcada, o ataque do Jacksonville ficou em apuros. Seu excelente jogo corrido não saía do lugar, terminou com rídiculas 33 jardas e a equipe se viu obrigada a passar.

Duas interceptações e incríveis 7 sacks foi o que se viu da defesa do Titans contra o jogo aéreo. A defesa, dominante contra o chão no ano passado, mas exposta pelo ar, demonstrou que as coisas devem ser diferentes em 2008. Em compensação, o ataque do Titans continuou mostrando certa deficiência. QB Vince Young lançou para apenas 110 jardas, 1 TD e foi interceptado duas vezes. Saiu vaiado de campo e pode desfalcar a equipe por alguns jogos com uma contusão no joelho. Em compensação 2 jogadores de destacaram. O TE BO Scaife teve 6 recepções para 105 jardas, recorde da carreira, e o calouro RB Chris Johnson produziu 93 jardas em sua estréia.

O Tennessee vai a Cincinatti e será um novo teste para sua defesa aéra. Boa oportunidade para abrir 2-0. O Jacksonville enfrenta o perigoso Buffallo Bills e terá que se desdobrar para não começar com 0-2 e ver seus sonhos de ganhar a divisão irem embora.

Cleveland Browns 10 x 28 Dallas Cowboys
Apontado como um dos favoritos ao título (aumentaram suas chances com a contusão de Tom Brady), o Dallas foi bastante convincente em sua estréia, com 320 jardas passadas, 167 corridas e 4 TDs. Destaques para RBs Marion Barber, 80 jardas e 2 TDs, Felix Jones, com 62 jardas e 1 TD, QB Tony Romo, 320 jardas, 1 TD 1 INT, TE Jason Witten, com 6 recepções para 96 jardas e WR Terrel Owens, 5 recepções para 87 jardas e 1 TD. Sua linha ofensiva mostrou força, além de contribuir para excelente jardagem corrida, não permitiu nenhum sack ao QB. Como a defesa do Cleveland deixa a desejar, resta saber se repetirão o desempenho contra defesas mais fortes.

A defesa do Cleveland teve uma tarde para esquecer, com destaque apenas para LB D'Qwell Jackson, que teve 11 tackles na partida. O que mais impressionou foi o trabalho defensivo contra o jogo aéreo. O ataque do Cleveland é considerado um dos melhores da liga pelo ar e ficou limitado a 114 jardas, mesmo com o belo trabalho da linha ofensiva na proteção do QB, permitindo apenas um sack. Destaque para o LB DeMarcus Ware, com 5 Tackles, 1 Sack e 1 Fumble Forçado. No ataque do Cleveland, QB Derek Anderson e WR Braylon Edwards decepcionaram. As 91 jardas conseguidas pelo jogo corrido ficaram bem abaixo das 118 de média conseguidas em temporadas passadas.

Na próxima rodada o Dallas Cowboys recebem na segunda à noite o Philadelphia Eagles, no jogo mais esperado da rodada e uma vitória poderá ser decisiva na conquista da divisão. O Cleveland recebe o Pittsburgh pressionado, pois uma derrota deixaria a equipe com 2 derrotas em casa.

San Diego Chargers 24 x 26 Carolina Panthers
No jogo mais emocionante da rodada, o Carolina Panthers arrumou uma excelente vitória fora de casa já com o cronômetro zerado, na excelente recepção de Dante Rosario (terminou a partida com 7 recepções para 96 jardas) em passe do QB Jake Delhomme, que se mostrou recuperado, lançando, além do TD, para 247 jardas. Pelo chão a equipe também produziu bem: foram 142 jardas distribuídas entre os RBs DeAngelo Williams e Jonathan Stewart.

Já a defesa do Chargers, conhecida por pressionar o QB, não esteve bem e conseguiu apenas 1 sack. O ataque do Chargers esteve bem diferente. Líder em jardas nas duas últimas temporadas, LaDaniam Tomlinson ficou limitado a 91 jardas. Será que já sente efeito da saída do FB Lorenzo O'Neal? O tempo responderá. QB Philip Rivers, por sua vez, esteve sensacional. Lançou 217 jardas e 3 TDs, dois deles no quarto período, para virar a partida, mas viu a vitória escorrer no segundo final. A defesa do Panthers foi muito bem para parar Tomlinsom, mas deixou espaços na secundária. Destaque para o TD de Retorno do CB Chris Gamble ao recuperar um fumble. Nos especiais, destaque para K John Kasay, do Panthers, com 4 FG, um deles de 49 jardas.

O San Diego vai visitar o arqui-rival de divisão Denver pressionado. Uma derrota deixa equipe com 0-2 e contra o 2-0 do rival, que tentar reaver o título de divisão, hoje com os Chargers. O Panthers recebe o Bears num jogo imprevisível. Uma vitória pode deixar a equipe como líder isolado da divisão, pois seus rivais (Falcons e Saints) tem jogos difíceis fora de casa.

Jogador da Partida WR Dante Rosario

San Francisco 49ers 13 x 23 Arizona Cardinals
Um primeiro tempo equilibrado (10 x 10) e um passeio no segundo foi o que aconteceu no pior jogo da rodada. O 49ers esteve patético, pois cometeu 5 fumbles (4 recuperados pelo Arizona) e uma interceptação. Se já é dificil vencer um jogo assim com um time bom, imagina com um time como o 49ers. QB JT O'Sullivan fez o que se esperava dele, 0 TD e uma Interceptação. RB Frank Gore foi a estrela solitária do ataque, com 96 jardas e 1 TD.

Enfrentando um ataque raquítico, a defesa do Cardinals esteve bem ao forçar vários turnovers, mas teve problemas com o jogo corrido. Destaque para LB Travis LaBoy com 4 Tackles, 2 Sacks e 1 Fumble Forçado e Recuperado. Enfrentando uma defesa que está se acertando, o ataque do Cardinals jogou o suficiente para vencer. Destaque para RB Edgerrin James com 100 jardas corridas e WR Anquan Boldin com 82 jardas em 8 recepções. Kurt Warner foi razoável, com 197 jardas e 1 TD. A defesa do 49ers fez o que pode. Como o ataque não fica em campo, será normal ela cansar no segundo tempo. Enquanto esteve inteira, foi bem. Destaque para OLB Parys Haralson, que produziu 2.5 sacks dos 3 da equipe.

O Arizona recebe o Miami e deve ir a 2-0, pressionando o arqui-rival Seahawks, que foi surrado na primeira rodada. O 49ers visita o Seattle e tenta surpreender o desfalcadíssimo rival.

Jogador da Partida: WR Anquan Boldin

Indianapolis Colts 13 x 29 Chicago Bears
O Bears foi a Indianapolis batizar o novo estádio do Colts, o Lucas Oil Stadium. Depois de alguns anos sem produzir no chão, a equipe voltou a mostrar o sólido jogo corrido característico da franquia. Calouro Matt Forte deu show, produzindo 123 jardas e 1 TD em sua estréia. Como sempre, o jogo aéreo do Bears foi limitado, com QB Kyle Orton lançando 150 jardas.

Já a defesa do Indianapolis, a que menos sofreu pontos em 2007, voltou a ter problemas contra o jogo corrido. A falta de bons DTs pode gerar este problema em 2008. Já o ataque do Colts decepcionou. O grande problema esteve na linha ofensiva que, dilacerada por constusões, foi completamente dominada por uma linha de defesa considerada limitada pelos especialistas. A linha ofensiva, além de não conseguir correr (53 jardas apenas), ainda viu seu QB ser sacado 2 vezes e o RB Joseph Addai ser derrubado dentro da própria end zone pelo DE Adewale Ogunleye, causando um safety e 2 pontos a mais no placar para o Bears. Sem jogo corrido, Payton Manning foi 49 vezes para o passe, mas, batante pressionado, completou apenas 30 passes. Suas 257 jardas foram conseguidas mais pela quantidade do que pela eficiência. A média de 5.2 jardas por tentativa de passe foi a 23a pior da primeira rodada.

A defesa do Bears viu seu pior setor, a linha defensiva, enfrentar um adversário sem linha ofensiva e teve seu trabalho facilitado. Destaques para LB Brian Urlacher com 8 Tackles, CB Charles Tilman com 6 tackles e 1 Fumble Forçado e DE Adewale Ogunleye, 5 Tackles e um Safety.

O Colts vai muito pressionado a Minnesota enfrentar a melhor defesa contra o jogo corrido e uma linha defensiva muito forte. O jogo corrido do Vikings é hoje o melhor da NFL e outra atuação dessa... O empolgadíssimo Bears joga novamente fora de casa contra o Panthers, num jogo sensacional. Se vencer, abre 2-0 com dois jogos difíceis fora de casa e fica numa situação que nem os mais otimistas torcedores poderiam imaginar.

Jogador da Partida: RB Matt Forte

Green Bay Packers 24 x 19 Minnesota Vikings
QB Aaron Rodgers, substituto de Brett Favre, ignorou completamente a pressão e liderou o Packers a uma belíssima vitória. Completou 18 dos 22 passes tentados para 178 jardas e um TD e ainda contribuiu para o jogo corrido com 35 jardas e 1 TD. RB Ryan Grant também foi muito bem, com 92 jardas e 1 TD.

A defesa do Vikings demonstrou os mesmos problemas do ano passado contra o jogo aéreo e sua potente linha defensiva, ponto forte da equipe, foi dominada. Com isso, acende um sinal de alerta para uma equipe que tem pretensões de conquistar a divisão. Já no ataque, o Vikings fez exatamente o que se esperava dele. Muitas jardas corridas, 187, sendo 103 jardas e 1 TD do estupendo RB Adrian Peterson, 65 do QB Tarvaris Jackson e 19 do RB Chester Taylor. Já pelo ar, QB Tarvaris Jackson continuou com a sua inconsistência, passes geniais e passes imprecisos se revezavam. Foram 16 passes completos em 35 tentativas, mas no total acabou com as mesmas 178 jardas de Rodgers e 1 TD, só que foi interceptado no drive final, que poderia dar a vitória à equipe. Com QBs e RBs produzindo números semelhantes, foram os especiais que fizeram a diferença. PR Will Blackmon retornou para 76 jardas, marcando 1 TD, que fez a diferença. Destaque também para Cedric Griffin do Vikings, que bloqueou um FG de 33 jardas, mantendo a equipe no jogo.

O Packers vai a Detroit e não deve ter problemas para avançar a 2-0. O Vikings recebe o Colts num jogo nervoso em que o time que perder ficará com 0-2.

Jogador da Partida PR Will Blackmon

Oakland Raiders 14 x 41 Denver Broncos
A rodada terminou com o Denver ignorando solenemente o mando de campo, a fanática torcida do Raiders e seu adversário. O ataque do treinador Mike Shananhan, sempre criativos e versáteis com muitas corridas e jogadas em play-action, deixou em parafuso a defesa do Raiders. Terminou a partida com 441 jardas avançadas, sendo 300 atrávés do seu QB Jay Cutler, que anotou 2 TDs. Destas, 146 jardas para o WR Eddie Royal, que marcou 1 TD, mais 141 jardas corridas, divididas por seis corredores diferentes (3 RBs, 1 FB, 1 WR E 1 QB), o que demonstra o domínio da linha ofensiva do Broncos sobre a defensiva do Raiders.

Destaque para os 2 TDs de Michael Pitmann, que correu apenas 12 jardas no total (ele deverá ser o RB em situações de goal-line nesta temporada), as 61 jardas de RB Andre Hall em 10 tentativas, fazendo a excelente média de 6.1 jardas por corrida e para o RB Selving Young, 36 jardas e 1 TD.

Não tenho destaques para a defesa do Raiders pois ela não entrou em campo (se é que ela existe). Detalhe importante: o melhor recebedor do Broncos não jogou, contundido. O ataque do Raiders não foi tão mal, mas teria que ter atuação monumental para compensar a defesa. QB Jamarcus Russel, alternou bons e maus momentos. Produziu 180 jardas e 2 TDs, mas cometeu 2 fumbles recuperados pela defesa do Broncos. O jogo corrido acabou produzindo 150 jardas, muito boa marca sendo 97 jardas do RB Justin Fargas, 46 do calouro Darren McFadden, que teve uma boa atuação e 7 do QB Russell. A defesa do Broncos não precisou se esforçar muito, pois o ataque decidiu a partida logo, destaque para a pressão no QB do Raiders, mas apresentou dificuldade contra o jogo corrido, mesmo problema do ano passado.

O Denver recebe o Chargers e terá que ter outra boa atuação ofensiva, pois uma defesa com dificuldades contra a corrida terá problemas contra o melhor RB da liga. O Oakland vai a Kansas enfrentar os arqui-rivais. É uma das poucas partidas que o torcedor poderá ter esperanças.

Jogador da Partida: QB Jay Cutler

Nenhum comentário: